Skip to content

Impressões e Ideias

by em Dezembro 8, 2010

Da Origem das Ideias

«Todas as percepções do espírito humano reduzem-se a duas espécies distintas que denominarei impressões e ideias. A diferença entre estas reside nos graus de força e vivacidade com que elas afectam a mente e abrem caminho para o nosso pensamento ou consciência. Às percepções que penetram com mais força e violência, podemos chamar-lhes impressões; e nesta designação incluo todas as nossas sensações, paixões e emoções, quando fazem o seu primeiro aparecimento na alma. Por ideias entendo as imagens ténues das impressões nos nossos pensamentos e raciocínio; assim, por exemplo, todas as percepções despertadas pelo presente discurso, exceptuando apenas as que têm origem na vista e no tacto, e o prazer imediato ou o mal-estar que elas podem provocar. (…) Cada um de per si facilmente entenderá a diferença entre o sentir e o pensar.

(…) Há outra divisão das nossas percepções, que convirá notar, a qual abrange tanto as impressões como as ideias. É a divisão em simples e complexas. As percepções ou impressões e ideias simples são as que não admitem distinção nem separação. As complexas são o contrário destas, podendo dividir-se em partes. Embora uma cor particular, um sabor e um odor sejam qualidades conjuntamente unidas nesta maçã, é fácil de perceber que não se confundem, mas podem pelo menos distinguir-se umas das outras.

Tendo, mediante estas divisões, ordenado e organizado os nossos objectos, podemos agora dedicar-nos a estudar mais rigorosamente as suas qualidades e relações. O primeiro aspecto que atrai o meu olhar é a grande semelhança entre as impressões e ideias em todos os pontos, excepto no seu grau de força e vivacidade. Umas parecem ser, de certo modo, reflexos das outras; de tal maneira que todas as percepções do espírito são duplas e aparecem quer como impressões, quer como ideias. Quando fecho os olhos e penso no meu quarto, as ideias que formo são representações exactas das impressões que senti; e não há qualquer particularidade numas que não se encontre nas outras. Passando em revista as minhas outras percepções, encontro sempre a mesma semelhança e representação. As ideias e as impressões parecem corresponder-se sempre.

(…) O exame completo desta questão é o assunto do presente tratado; e portanto contentar-nos-emos aqui com estabelecer uma única proposição geral: que todas as nossas ideias simples no seu primeiro aparecimento derivam das impressões simples que lhes correspondem e que elas representam exactamente. (…) Desta conjunção constante de percepções semelhantes concluo imediatamente que existe uma forte conexão entre as nossas impressões e ideias, e que a existência de umas exerce influência considerável sobre a existência das outras. (…) Ao aparecerem, as nossas ideias não produzem as impressões correspondentes e nós não percebemos qualquer cor, nem temos qualquer sensação pensando simplesmente nelas. Por outro lado, constatamos que qualquer impressão, seja da mente ou do corpo, é sempre seguida de uma ideia que se lhe assemelha, sendo diferente dela apenas nos graus de força e vivacidade. A conjunção constante das nossas percepções é igualmente prova de que as nossas impressões são as causas das nossas ideias, e não as nossas ideias as causas das nossas impressões.

(…) As faculdades mediante as quais repetimos as nossas impressões de cada uma destas maneiras, chamam-se memória e imaginação. É imediatamente evidente que as ideias da memória são muito mais vivazes e mais fortes do que as da imaginação, e que a primeira destas faculdades pinta os seus objectos com cores mais nítidas do que as empregadas pela segunda.»

David Hume, Tratado da Natureza Humana, 2001, F.C.G., pp. 29-37.

Deixe um Comentário

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: